Inhapi Informes - Portal de notícias de Inhapi, Sertão de Alagoas

MENU
Logo
Sexta, 03 de dezembro de 2021

Polícia

Polícia prende padrasto acusado de estuprar e engravidar enteada de 13 anos em Piranhas

Mãe da menina também foi presa porque sabia dos abusos sexuais contra a filha e era omissa, segundo investigação policial

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma operação deflagrada na tarde da última quarta-feira (11) prendeu duas pessoas no município de Piranhas, no Sertão de Alagoas, em função da prática de estupro de vulnerável.
A ação, realizada pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Piranhas, foi comandada pelos delegados Cícero Lima, gerente de Polícia Judiciária da Região 4 (GPJ 4) e Daniel Mayer, titular do 32º Distrito Policial (DP).
“Uma criança de 13 anos, segundo ficou evidenciado em Inquérito Policial, era submetida a estupros rotineiros praticados por seu padrasto. Crimes estes cometidos sob a omissão da genitora da vítima e chegou, inclusive, a engravidar do algoz”, revelou o delegado Daniel Mayer.
A gravidez da adolescente gerou desconfiança em outros familiares e, então, comunicaram os fatos à Delegacia de Polícia Civil de Piranhas-AL, que iniciou as investigações.
Após a conclusão do Inquérito Policial identificando a existência do crime, foram promovidos pela Polícia Civil os indiciamentos do padrasto e da genitora da vítima.
“Atuando de forma conjunta com o Ministério Público e com o Fórum da Comarca de Piranhas-AL, a Polícia Civil auxiliou na retirada da adolescente vítima (e grávida) do convívio dos agressores (padrasto e genitora) como medida urgente e, então, ela foi entregue aos cuidados de outros familiares que acompanhavam os procedimentos”, disse o delegado Daniel.
Com a expedição dos mandados de prisão o padrasto e a mãe da criança evadiram-se da localidade onde residiam, mas foram encontrados pela equipe da Polícia Civil da Delegacia de Piranhas escondidos em zona limítrofe situada entre os municípios de Piranhas e de Pão de Açúcar, em área rural de acesso muito difícil.
Depois de localizados pelas equipes da Polícia Civil, sob a coordenação dos delegados Cícero Lima (GPJ-4) e Daniel Mayer (32º DP) foi efetuada a prisão dos foragidos responsabilizados pelos crimes de violação sexual, em cumprimento a mandado de prisão expedidos pela Justiça. “Agora, padrasto e mãe da vítima encontram-se recolhidos à disposição do Poder Judiciário”, concluiu o titular da Delegacia de Piranhas.

Fonte/Créditos: Correio Notícia / Redação com Ascom - PC/AL

Créditos (Imagem de capa): Flickr - Maria Hsu

Comentários: