Inhapi Informes - Portal de notícias de Inhapi, Sertão de Alagoas

MENU
Logo
Quinta, 29 de julho de 2021

São Paulo

São Paulo atropela Racing na Argentina e avança às quartas da Libertadores

Tricolor domina rival o tempo todo, conta com brilho de Rigoni e do garoto Marquinhos e vence com facilidade.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Tricolor nas quartas!

São Paulo avançou com propriedade às quartas de final da Copa Libertadores. Naquela que foi, seguramente, sua melhor apresentação desde o título paulista, o Tricolor venceu o Racing por 3 a 1 na noite desta terça-feira, em Avellaneda, praticamente não correu riscos e se classificou com facilidade após o 1 a 1 do jogo de ida, no Morumbi. Rigoni, com dois gols, e o garoto Marquinhos, com um, foram os autores dos gols tricolores - Correa diminuiu para o Racing. O time de Hernán Crespo dá uma resposta em momento decisivo, às vésperas de novas decisões: a próxima delas pode ser contra o Palmeiras, que será rival na Libertadores se confirmar a classificação contra a Universidad Católica. Foi também a primeira vitória do São Paulo na Argentina pelo torneio em 16 anos.

Como fica?

O São Paulo espera agora o vencedor do duelo entre Palmeiras e Universidad Católica para saber quem enfrenta nas quartas de final – o Verdão ganhou o jogo de ida por 1 a 0, no Chile, e decide a vaga em casa nesta quarta-feira, a partir das 19h15 (de Brasília).

Que estreia!

Aos 28 anos, Emiliano Rigoni jamais havia jogado uma partida de Libertadores em sua carreira. Depois de jogos pela Sul-Americana pelo Independiente entre 2016 e 2017, o meia-atacante foi para a Europa e voltou em 2021. Inscrito nas oitavas, perdeu o jogo de ida por lesão e foi fundamental em Avellaneda, com dois gols, ótimas jogadas e o título de melhor jogador em campo pela Conmebol.

E que estrela!

O atacante Marquinhos, de 18 anos, foi a aposta de Hernán Crespo e titular pela primeira vez nos profissionais do Tricolor, logo em um jogo tão decisivo. E o garoto não decepcionou: fez um gol, participou dos outros dois, marcados por Rigoni, e ainda criou as jogadas ofensivas mais perigosas. Arma que a equipe ganha num momento crucial de 2021.

Primeiro tempo

O gol de Rigoni que deu a vantagem parcial ao São Paulo, aos 43 do primeiro tempo, saiu até tarde diante do domínio que o Tricolor conseguiu exercer diante do Racing em Avellaneda. Com o próprio Rigoni e o garoto Marquinhos, surpresa na escalação, no comando do ataque, o time de Hernán Crespo conseguiu acelerar o ritmo e quebrar por várias vezes a linha de cinco defensores montada pelo rival argentino. No primeiro bom arranque de Marquinhos, faltou observar Rigoni livre para servir o companheiro. Depois, em cobrança de escanteio, o garoto cabeceou e viu a bola beliscar a trave. O Racing só teve uma chance mais clara, em bola parada, quando Copetti desviou, mas ninguém conseguiu completar na pequena área. O gol saiu após roubada de bola perfeita de Miranda e lançamento longo para Marquinhos, que ganhou do marcador na corrida e chutou para grande defesa de Arias. No rebote da trave, Rigoni conferiu: 1 a 0.

Segundo tempo

Se o 1 a 0 no primeiro tempo tirava a vantagem do empate do Racing, o São Paulo tranquilizou a torcida já no começo do segundo. Marquinhos recebeu de Benítez com dois minutos e ampliou para 2 a 0, o que obrigava o time da casa a virar o jogo. Com o 3 a 0 que Rigoni colocou no placar nove minutos depois, a classificação foi selada. O Racing ainda conseguiu diminuir com Javier Correa, e mesmo com um ou outro susto, não houve qualquer ameaça de eliminação ao São Paulo.

 

Fonte/Créditos: Ge

Créditos (Imagem de capa): Staff Images / CONMEBOL

Comentários: