MPE/AL ouve supostos envolvidos no esquema de desvio de dinheiro da Prefeitura de Canapi



Segundo Ministério Público Estadual (MPE/AL), mais de R$ 10 milhões foram desviados

O Ministério Público Estadual (MPE/AL), por meio do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, ouve, nesta quinta-feira (18), pessoas que tiveram os nomes envolvidos no esquema de desvio de dinheiro da Prefeitura de Canapi.

Pelo menos 11 pessoas, cujos nomes não foram divulgados, foram ouvidas até o início da tarde e todas elas negaram participação no esquema que, de acordo como o MPE/AL, apenas no intervalo de 13 meses, entre janeiro de 2015 e fevereiro de 2016, foram desviados mais de R$ 10 milhões.

Segundo o MPE/AL, todos os ouvidos aparecem em supostos contratos firmados com a referida prefeitura, o que confirmaria a tese de que se tratam de vítimas do esquema montado pelo prefeito afastado Celso Luiz.

Ainda de acordo com o MPE/AL, todas as pessoas ouvidas aparecem em supostos contratos firmados com a referida prefeitura. Apesar de alguns desses documentos existirem de fato, todos têm indícios de ser falsos, haja vista que os contratados jamais foram donos dos caminhões que aparecerem como se tivessem prestados serviços de abastecimento de água, por meio de carros-pipas.

Os supostos envolvidos foram ouvidos pelos promotores de Justiça Karla Padilha, Napoleão Amaral Franco, Anderson Cláudio de Almeida e José Carlos Castro, na presença do juiz responsável pelas comarcas de Mata Grande, Canapi e Inhapi, João Dirceu Soares Moraes.

O prefeito interino, Genaldo Soares Vieira, conhecido como “Vieira do Povão”, junto com o novo secretário de governo e o novo procurador e controlador do município também estão sendo ouvidos pelos promotores sobre o esquema.


O prefeito interino sendo ouvido (Foto: Cortesia/Leitor do Correio Notícia)


Fonte: Correio Noticia


Share on Google Plus

About Canal Na Hora

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.