Acusado de matar vereador Fernando Aldo em Mata Grande vai a júri nesta quarta-feira



Eliton Alves seria um dos autores materiais do crime, que ocorreu em outubro de 2007; sessão terá início às 13h, no Fórum da Capital


O réu Eliton Alves Barros, um dos acusados de envolvimento na morte do vereador Fernando Aldo, de Delmiro Gouveia, vai a júri nesta quarta-feira (24), a partir de 13h, no Fórum da Justiça Estadual, no Barro Duro. O juiz John Silas da Silva, titular da 8ª Vara Criminal, conduzirá o julgamento.

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), na madrugada de 1º de outubro de 2007, durante um evento no município de Mata Grande, o réu Eliton e outros três homens efetuaram disparos de arma de fogo contra a vítima. Ainda segundo o MP/AL, os mandantes do crime seriam o então deputado Cícero Paes Ferro e o prefeito de Delmiro Gouveia, Luiz Carlos Costa (Lula Cabeleira).

A aliança entre Lula Cabeleira e Cícero Ferro para as eleições de 2006 teria levado a vítima a fazer discursos contra esses adversários políticos. Cabeleira chamou publicamente Fernando Aldo de homossexual e este respondeu dizendo que as filhas do prefeito conheceriam sua masculinidade.

De acordo com a decisão de pronúncia do réu, as trocas de ofensas ficaram comprovadas diante das inúmeras testemunhas ouvidas, e demonstraram que a vítima era um obstáculo às pretensões políticas dos supostos autores intelectuais.

Matéria referente ao processo nº 0500046-83.2009.8.02.0001


Fonte: Correio Noticia


Share on Google Plus

About Canal Na Hora

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.