Interessados poderão se cadastrar para doar medula óssea, mas não haverá coleta de sangue

Moradores de Pão de Açúcar ficaram mobilizados após a repercussão do caso do menino Jhuan Carlos, que precisa de doação de plaquetas no tratamento contra leucemia


Os moradores de Pão de Açúcar, no Sertão alagoano, ficaram sensibilizados com o caso do garotinho Jhuan Carlos, de apenas 4 anos de idade que luta contra a leucemia, e estavam realizando uma mobilização, pelas redes sociais, para fazer uma doação de sangue – e consequentemente de plaquetas – que poderia ajudar essa e outras crianças que sofrem do mesmo problema.

Porém, a doação não ocorrerá nesta sexta-feira (22), conforme alguns moradores acreditavam e estavam divulgando pelas redes sociais. Isso porque o ônibus que faz esse tipo de coleta não estará na cidade esta semana, de acordo com informação da Assessoria de Comunicação da Hemorrede Pública de Alagoas.

Por outro lado, durante as ações do Governo Presente em Pão de Açúcar, haverá atendimento na Escola Estadual José Soares Pinto, no Centro da cidade, onde os interessados poderão se cadastrar como possíveis doadores de medula óssea, nesta sexta (22) e no sábado (23), segundo confirmação da Assessoria da Hemorrede.

Em São José da Tapera, onde o caso também sensibilizou os moradores, cerca de 200 pessoas se dispuseram a fazer doação de sangue, porém, o ônibus de coleta do Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar) só tem agenda para visitar o município em novembro.


Fonte: Correio Notícia
Share on Google Plus

About Canal Na Hora

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.