Ação policial resulta na prisão de suspeitos de planejar assassinato em Fórum de Delmiro

Homens armados esperavam do lado de fora do Fórum para matar detento que estava em depoimento, segundo delegado


Uma ação de policiais da 24ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP), deflagrada nesta quarta-feira (18), na cidade de Delmiro Gouveia, resultou na prisão de quatro pessoas suspeitas de planejarem a morte de um detento da Delegacia Regional de Polícia (1-DRP), sediada na cidade. Os presos foram identificados como Clênio Renner Lopes, Valderlan Monteiro Melo, Adeilton Marques da Silva e Pablo Vinicius da Silva Santos.

O detento que seria morto foi identificado como Pedro Oliveira Andrade, conhecido como “Mosca”. Ele estava sendo ouvido pelo juiz da 1ª Vara de Entorpecentes, localizada na Rua José de Oliveira Rocha, no bairro Novo, quando contou aos policiais que faziam sua escolta que estava com medo de ser executado na saída do fórum, já que suspeitava de que algozes estavam em dois carros do lado de fora o aguardando.

Com suporte do setor de inteligência do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), sediado na cidade, agentes policiais civis que faziam a escolta do preso organizaram uma operação para prender os supostos assassinos. Em frente ao Fórum, os policiais renderam os ocupantes de um carro Astra, de cor cinza e placa IAH-6027/Paulo Afonso-BA, que estava estacionado. Outro carro suspeito, um Celta, de cor prata, ocupado por pelo menos três pessoas, conseguiu se evadir do local.

Durante revista no interior do veículo, os policiais encontraram duas armas de fogo calibre 38, várias munições do mesmo calibre e três capacetes. “Eles possivelmente são do município de Paulo Afonso (BA) e o veículo no qual eles estavam pode ser produto de roubo”, disse o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, titular da 1ª-DRP, que participou pessoalmente da ação.

Ainda de acordo com o delegado, se os criminosos conseguissem executar o plano iria haver uma troca de tiros com policiais que estavam no local e poderia acontecer uma tragédia, já que existiam outras várias pessoas na localidade.

Os suspeitos foram levados para a delegacia para que fossem tomadas as providências cabíveis. Em depoimento, Valderlan Monteiro confirmou que eles iriam executar o detento porque ele tinha assassinado um irmão dele.

A ação contou com a participação de guarnições do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) e da Rádio Patrulha (R/P), todos coordenados pelo tenente-coronel Joaz Fontes, comandante do 9º-BPM, que juntamente com o delegado Rodrigo Cavalcanti coordena a 24ª AISP.

Os trabalhos foram acompanhados pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, gerente de polícia judiciária da área 1, delegada Ana Luiza Nogueira; chefe do Comando de Policiamento de Área do Interior (CPAI-1), coronel Luiz Carlos, comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio e secretário de estado da segurança pública, coronel Lima Júnior.


Mais Imagens: 







Fonte: Correio Noticia





Share on Google Plus

About Canal Na Hora

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.