Agência Fluvial de Penedo manda apurar naufrágio de barco em Pão de Açúcar




A Agência Fluvial de Penedo mandou apurar o naufrágio do barco que transportava seis motos e 12 pessoas no rio São Francisco, em Pão de Açúcar.
Em contato mantido pela reportagem do CN, hoje pela manhã, com o Agente Fluvial de Penedo, Cap Ten Rafael dos Santos Velasques, ele informou que logo após tomar conhecimento do naufrágio, enviou uma equipe de Inspeção Naval a Pão de Açúcar, para apurar o ocorrido.

Desde a noite desta segunda-feira (19), os inspetores vêm fazendo os primeiros levantamentos, ouvindo testemunhas e o próprio dono da embarcação e um relatório sobre o naufrágio ocorrido no rio São Francisco, na cidade de Pão de Açúcar, será entregue ao Agente Fluvial de Penedo.
Segundo, ainda, o Agente Fluvial de Penedo, a Capitania dos Portos de Alagoas instaurará um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação, cujo prazo para conclusão é de 90 dias.

Questionado se a embarcação possui autorização para transportar motocicletas pelas águas do rio São Francisco, o Capitão Rafael Velasque declarou que somente falará sobre este assunto quando o Inquérito Administrativo for concluído. “Não antecipamos informações sobre este caso antes da conclusão do inquérito”, disse o Capitão Velasque.

E para maiores esclarecimentos sobre o caso, ele emitiu, na manhã desta terça-feira (19), uma nota à imprensa, onde fala sobre o naufrágio. “A Agência Fluvial de Penedo tomou conhecimento do ocorrido, por volta das 17h do mesmo dia, e, imediatamente, enviou uma equipe de Inspeção Naval para o local para levantar maiores informações. Não houve vítimas. Todos os tripulantes e passageiros foram resgatados prontamente por outras duas embarcações que trafegavam no local. Também não houve danos ao meio ambiente”, diz um trecho da nota.

Entenda o caso
Por volta de 13 horas e 40 minutos desta segunda-feira (18), um barco, tipo tototó, naufragou transportando seis motocicletas e aproximadamente 12 pessoas, fazendo a travessia do rio São Francisco, precisamente de Pão e Açúcar a Niterói, no vizinho estado de Sergipe.
Uma testemunha que trabalha em uma embarcação e pediu para não ser identificada, disse à reportagem do CN, que o barco estava superlotado quando saiu do porto de Pão de Açúcar com destino ao porto de Niterói, no vizinho estado de Sergipe.

O barco não suportou a carga e afundou a aproximadamente 50 metros do porto de Niterói, vindo os passageiros a serem socorridos por outra embarcação pertencente a um cidadão conhecido como “Robinho”, que passava no local na hora do naufrágio.

Segundo uma testemunha, o piloto da lancha que socorreu as vítimas jogou coletes salva-vidas para os passageiros que estavam se afogando, evitando, assim, que ocorresse uma tragédia.

Veja abaixo a Nota à Imprensa:



Fonte: Correio Noticia


Share on Google Plus

About Canal Na Hora

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.