Polícia prende principal suspeito de participar de onda de assaltos em Inhapi, Canapi e Mata Grande

RicardoUm jovem foi preso, na tarde deste sábado (21), por volta das 13h30, depois de ser encontrado com arma de fogo, munições e droga, na Avenida Pompilho Brandão de Alcântara, centro da cidade de Inhapi. Ricardo da Silva Maciel, 18, é suspeito de praticar vários assaltos na região.

A prisão foi realizada, depois de uma denúncia anônima recebida pelo Grupamento de Polícia Militar (GPM) do município, dando conta de que um homem estava com atitude suspeita, na entrada da cidade. Ricardo Maciel foi encontrado na referida localidade e abordado pela guarnição que atendeu à ocorrência.

Durante revista, os militares encontraram um revólver calibre 32, com numeração raspada e seis munições intactas, além de uma cartela com outras 10 munições do calibre 38, uma pequena quantidade de maconha pronta para consumo, um cachimbo para uso de droga e a quantia em dinheiro no valor de R$ 120,00.

Segundo o sargento Henrique, comandante do GPM, ao receber voz de prisão, o rapaz tentou subornar os policiais, oferecendo a quantia em dinheiro que portava e outra parte que seria entregue pelo pai dele. O mesmo foi preso e levado para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia.

Na cadeia, foi levantado que Ricardo é o principal suspeito de participar dos assaltos que aconteceram nos últimos dias nas cidades de Inhapi, Canapi e Mata Grande. Testemunhas teriam o reconhecido como autor de alguns dos crimes. O jovem, que já tem passagem pela polícia, foi autuado em flagrante pelos delitos cometidos e ficou recluso a disposição da Justiça.

Para o sargento Henrique, as denúncias anônimas recebidas pelo GPM foram importantes para a prisão do suspeito e continuam sendo nos levantamentos realizados em conjunto com a Polícia Civil para identificar e prender outras pessoas que tenham participado dos assaltos.
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.