Operação integrada entre as polícias Civil e Militar resulta em 31 prisões no Sertão

[caption id="attachment_5005" align="alignleft" width="300"]Minuto Sertão Minuto Sertão[/caption]

Uma operação integrada entre as polícias Civil e Militar, desencadeada nesta quarta-feira (29), em pelo menos cidades que compreendem a região Sertão de Alagoas, resultou na prisão de 31 presas envolvidas com tráfico de drogas e homicídios na região.

As prisões foram realizadas nos municípios de Batalha, São José da Tapera, Inhapi, Mata Grande e Delmiro Gouveia. Os mandados foram expedidos pelos juízes Jairo Xavier Costa e Carlos Henrique Pita Duarte, responsáveis pelas comarcas dos referidos municípios.

Em Mata Grande, foram presos João Erismar dos Santos da Silva, 19; Lenilson José do Santos; Leonildo Alves Batista; Erivaldo Gomes do Nascimento; Daniel Rodrigues Santos; José Carlos Gomes Pauferro; Everton Alves Bezerra; Carlos José de Oliveira e Odair José Pereira da Silva.

Na cidade de Inhapi, onde um ponto de venda de entorpecentes foi fechado, as polícias realizaram as prisões de Cícero Flor de Lima; Ledson Lacerda Vieira de Barros; José Edilson Silva do Nascimento, Clécio Lisboa Costa, Ednaldo dos Santos e Rosineide Santos de Oliveira.

No município de Delmiro Gouveia, foram presos José Ozório Lins Neto; Thiago Hortêncio dos Santos e David Augustinho da Silva, todos moradores do Assentamento Juá, localizado no povoado São José.

Em São José da Tapera, foram presos Paulo Ricardo da Silva, conhecido como “Paulinho de Marruá”, 22; Valmir Ferreira Silva, 36; Lucilanio da Silva Mota (Dodô), 29; Jaelson Pinheiro de Oliveira (Lourinho), 35; Jailson Nunes de Oliveira, 34; Gilberto Barbosa da Silva (Galego de Gregório); Clécio Jose da Silva, 34; Leandro de Lima Silva, 27; Verônica Firmino Duarte, 39; Egnaldo da Silva Alves, 41. Um adolescente de 17 anos foi apreendido.

Na cidade de Batalha, foram presos os irmãos Marcos Antônio Ladislau Gomes, 39, e Marcelo Ladislau Gomes, 36, ambos envolvidos em homicídios ocorridos na região em menos de 30 dias.

No total, foram apreendidas nove armas de fogo, entre elas três revólveres, três espingardas e uma pistola de uso restrito, que pertence à Polícia Militar. Além disso, os policiais apreenderam 800 gramas de maconha.

A operação envolveu policiais das delegacias distritais e regionais, grupamentos, companhias e batalhões militares das áreas de Delmiro Gouveia, Santana do Ipanema e Batalha. As ações foram coordenadas pelos delegados regionais Rodrigo Cavalcanti, Fábio Costa e Rômulo Monteiro, além dos comandantes de quartéis militares tenente-coronel Marcos (7º-BPM) e tenente-coronel Joaz Fontes (9º-BPM). Um helicóptero da Secretaria Estadual de Defesa Social e Ressocialização (Sedres) deu apoio aos trabalhos policiais.

Os trabalhos foram acompanhados pelo secretário estadual de defesa social e ressocialização, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto; delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira; comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Lima Júnior; diretora de polícia judiciária da área 1, delegada Ana Luiza Nogueira e comandante do policiamento de área do interior (CPAI-1), coronel Walter do Valle.

Os presos foram conduzidos para as delegacias regionais, onde foram autuados pelos crimes cometidos. 18 foram levados para a 1ª-DRP de Delmiro Gouveia, 11 para a 2ª-DRP de Santana do Ipanema e dois para a 3ª-DRP de Batalha.
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.