Oito suspeitos de roubos a bancos são presos em operação policial no Sertão

[caption id="attachment_4663" align="alignleft" width="300"]Foto: Minuto Sertão Foto: Minuto Sertão[/caption]

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar, com a participação do Ministério Público Estadual (MPE/AL), através do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), está sendo deflagrada desde o início da noite desta quinta-feira (25) em várias cidades da região Sertão. A ação já resultou na prisão de ao menos oito pessoas, entre elas um vereador pelo município de Mata Grande.

A reportagem do Minuto Sertão apurou que todos os presos seriam integrantes de uma quadrilha acusada de vários roubos a bancos que agia em pelo menos três estados, entre eles Alagoas e Pernambuco, inclusive o suspeito que foi morto em uma troca de tiros com policiais, no início da noite desta quinta-feira, em Inhapi, teria participado do roubo a duas agências bancárias em Inajá – PE, ação que ocorreu no dia 2 desse mês e resultou na morte de um policial militar.

Sobre a prisão do vereador João Sérgio, que também é subgerente da agência do Banco do Brasil de Canapi, a polícia informou que existia um mandado de busca e apreensão para ser cumprido na residência do mesmo e durante o cumprimento da ordem judicial foram encontradas no imóvel dele uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38. Apesar de existir a suspeita de que o bancário seria integrante da quadrilha, a defesa do mesmo informou para nossa reportagem que o cliente é inocente e que o motivo da prisão teria sido apenas por posse ilegal de arma de fogo.

Além de João Sérgio, foram presos Robério Mandu de Lima, Euzébio Lima Piauí, Ismar Luz da Silva, Francisco Alencar dos Santos e José Alexandre dos Santos, além dos irmãos Iran Francisco Sá dos Santos e Robermário Francisco Sá dos Santos. Entre os citados, estão quatro guardas municipais de Canapi que teriam sido encontrados com várias munições de fuzis, durante a operação. Todos os acusados foram conduzidos para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia, onde estão sendo ouvidos e autuados pelos crimes cometidos.

De acordo com o promotor de justiça Luiz Tenório, a quadrilha pretendia agir nessa madrugada e o alvo seria uma agência bancária na cidade de Olivença, inclusive quando houve a troca de tiros onde um bandido morreu os mesmos estaria se dirigindo para Petrolândia – PE, onde pretendiam se reunir para organizar a investida.

Na referida cidade pernambucana, policiais da Companhia de Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga (Ciosac) encontraram uma caminhonete Amarok, de cor preta e placa NVL-5028/Arapiraca, que foi abandonada com as chaves na ignição. Tocas ninjas e duas bananas de dinamite foram encontradas no automóvel.

A operação

Participaram da operação vários agentes policiais da Polícia Civil, militares dos 9º e 7º Batalhões e da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes), além da Seção de Combate a Roubos a Bancos (Serb) e Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic).

A ação foi coordenada pelo delegado regional Rodrigo Rocha Cavalcanti, delegado Guilherme Iusten, Capitão Winston Santana, comandante da Copes, tenente-coronel Joaz Fontes, comandante do 9ª-BPM, e delegada Ana Luiza, diretora do Departamento de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJ-1).
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.