Menor danifica carro de empresa e é apreendido dormindo dentro do veículo

[caption id="attachment_4461" align="alignleft" width="168"]Foto: Minuto Sertão Foto: Minuto Sertão[/caption]

Um adolescente de 16 anos de idade foi apreendido, na manhã desta segunda-feira (24), por volta das 7h, depois de danificar um carro Gol, de cor branca e placa FGU-8214 de propriedade de uma empresa que executa as obras do Canal do Sertão. A ocorrência foi registrada na Rua Padre Cícero, no Centro da cidade de Inhapi.

O comandante do Grupamento de Polícia Militar do município (GPM), Sargento Henrique, relata que a pessoa responsável pelo veículo procurou a guarnição policial para comunicar que um menor havia quebrado o para-brisas e um retrovisor, além de amassar e quebrar os vidros de duas portas do automóvel.

Os militares foram averiguar a ocorrência e ao chegar na localidade acabaram sendo surpreendidos com o adolescente deitado dentro do carro e dormindo. Os policiais relatam que demorou mais de 10 minutos para que conseguissem despertar o “rapazinho” que foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), em Delmiro Gouveia.

De acordo com o responsável pelo veículo danificado, a ação do menor aconteceu durante a madrugada e o carro estava estacionado em frente à república, onde ficam os trabalhadores da empresa. Todos alegam que não perceberam a ação do acusado que teria danificado o carro a pedradas.

Na 1ª DRP foi realizado um ato infracional contra o adolescente que foi liberado logo em seguida. Para nossa reportagem o mesmo contou que não se lembrava de nada do que tinha acontecido. “Lembro apenas que estava em uma discoteca e que exagerei no consumo de bebidas alcoólicas. Depois disso, retomei a consciência somente quando fui acordado pelos policiais.” Disse.

O prejuízo dos danos no veículo foi estimado em mais de R$ 2 mil que devem ser arcados pelos pais do menor, mas como os familiares residem no Estado de São Paulo, o valor pode ser descontado do salário de um tio do menor que é funcionário da empresa dona do carro danificado. O referido parente esteve na delegacia para acompanhar a liberação do sobrinho e disse que não tem outra maneira de pagar o sinistro, senão permitindo o desconto em seu salário.
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.