Acidente envolvendo carro de prefeito de Inhapi mata motociclista na BR-316

[caption id="attachment_4420" align="alignleft" width="300"]Foto: Todo Segundo Foto: Todo Segundo[/caption]

A colisão entre uma caminhonete Amarok, de cor prata e placa OUT-1300 e uma motocicleta Yamaha, de cor vermelha e placa OHE-7184 resultou na morte de uma pessoa, na noite desta quinta-feira (27), por volta das 19h30, em um trecho da BR-316, em Palmeira dos Índios. O carro era conduzido pelo prefeito de Inhapi, José Cícero Vieira (PT), e a vítima é Valdir Vieira da Rocha, 45.

Zé Cícero contou para a reportagem do Minuto Sertão que viajava para Maceió e o motociclista seguia na frente de seu automóvel. Os dois estariam trafegando em velocidade normal, mas ao se aproximarem do cruzamento da rodovia federal com a AL-115, trecho que dá acesso à cidade de Palmeira, Valdir teria saído para o acostamento e de repente retornado para a pista, tentando atravessar.

O prefeito conta que ainda tentou frear para evitar a colisão, mas a ação além de ter sido imprevisível, foi muito rápida e ele não pôde evitar a batida. A motocicleta foi atingida lateralmente, arremessando o motociclista a alguns metros. O mesmo morreu na hora.

Zé Cícero relata que ficou na localidade para socorrer a vítima, mas como ela tinha morrido, não teve o que fazer. Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local para os procedimentos necessários, inclusive realizou o teste do bafômetro com o gestor que apresentou resultado normal. As causas do acidente vão ser investigadas pela delegacia de polícia distrital.

O prefeito assegura que estava regular e que não entende o motivo do motociclista ter tentado atravessar a rodovia daquela maneira, sem pelo menos checar se vinha carro. Zé Cícero lamenta o ocorrido e se solidariza com os familiares da vítima.
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. prefeito foi acidente triste mas aconteceu nao podemos preve isso morro em saõ paulo um abranço

    ResponderExcluir

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.