Juiz pede reforço policial para ouvir testemunhas do caso Fernando Aldo

[caption id="attachment_4082" align="alignleft" width="296"]Foto: Cortesia/Família Foto: Cortesia/Família[/caption]

O juiz da comarca de Mata Grande, Galdino José Amorim, solicitou reforço policial para o Fórum, para próxima quinta-feira (22), durante o depoimento de testemunhas arroladas para o julgamento da morte do vereador de Delmiro Gouveia Fernando Aldo.  O crime ocorreu em outubro de 2007, durante a realização do Mata Grande Fest.

Os depoimentos fazem parte da fase de instrução do processo. A data para o júri popular dos réus Eliton Alves Barros, conhecido como “Wellington”, e o soldado Carlos Marlon Gomes Ribeiro ainda não foi marcada. A reportagem do CadaMinuto tentou entrar em contato com o magistrado para obter mais detalhes sobre  a audiência, mas não obteve sucesso.

Fernando Aldo Gomes Brandão foi morto na madrugada de 01 de outubro de 2007, na cidade de Mata Grande, após participar de uma das maiores festa da região, o Mata Grande Fest. Segundo o inquérito da Polícia Civil, por volta de 01 hora, Fernando Aldo deixou sua família no palanque da festa e disse que ia até o carro para descansar um pouco. Ao chegar ao veículo, notou que um dos pneus estava vazio e quando abriu a porta do carro foi rendido pelo soldado Marlon, que efetuou nove disparos de pistola nove milímetros.

Leia esta matéria completa...
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.