Unidade PAIS fortalece produção de alimento em Mata Grande

A agricultora Antônia Olívia Lins, moradora do Sítio Almeida, na zona rural de Mata Grande, recebeu um visitante ilustre na manhã desta sexta-feira (29): o governador Teotonio Vilela, que foi conferir a unidade de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) instalada na propriedade dela há cerca de um ano.
Dona Antônia disse que estava contente com a visita do governador e toda a comitiva, que incluía o secretário de Estado Adjunto da Agricultura, José Marinho, o prefeito do município, Jacó Brandão, o secretário municipal de Agricultura, Iran Barbosa, além do deputado Estadual Inácio Loyola e técnicos do governo.

Quando a equipe de reportagem chegou, antes da comitiva, ela estava vestida com roupa para trabalhar na lavoura, mas não permitiu nem ser fotografada, somente quando mudasse o figurino. “Aqui a gente planta cenoura, beterraba, quiabo, maracujá, chuchu, alface, coentro, couve e ainda cria galinha”, narrou Antônia Olívia Lins, que fez questão de por roupa bonita para receber o governador.

Ela e toda a família sobrevivem do que conseguem produzir na terra. Há alguns meses, essa produção foi incrementada, após a instalação de uma unidade PAIS pelo Sebrae/AL em parceria com a Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande).

Ao todo, 21 unidades foram instaladas em Mata Grande, que fortalecem a produção de alimento para as famílias e incrementam a geração de renda, como contou dona Antônia. “A gente vende também umas coisas na feira, aqui em Mata Grande mesmo, e o resto a gente mesmo come”, disse a agricultora.

Agora, o governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), vai implantar mais 12 unidades PAIS na zona rural de Mata Grande. No total, serão 330 unidades em todo o Estado, para beneficiar famílias como a de dona Antônia. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep).

“Nossas ações são para melhorar a qualidade de vida das famílias do campo. Agora as pessoas da zona rural sentem a presença do Estado por meio de suas ações”, frisou o governador Teotonio Vilela.

Em cada unidade PAIS, haverá assistência técnica específica e o agricultor é orientado a produzir de forma orgânica, ou seja, sem uso de insumos industrializados, como adubos químicos e agrotóxicos.

“Aqui a produção é sustentável, onde nada se perde, e o foco é a produção de alimento para a família, além da venda do excedente de produção”, frisou a superintendente de Fortalecimento da Agricultura Familiar da Seagri, Inês Pacheco.

Outras ações
Após a visita à propriedade de dona Antônia, o governador e toda a comitiva seguiram para a cidade, onde ele entregou títulos de terras aos agricultores e máquinas para beneficiar a produção, numa ação do Programa Alagoas Mais Alimentos, que objetiva fortalecer os bancos comunitários de ferramentas.

Foram entregues, por meio de uma permissão de uso, duas batedeiras de cereais, uma peneira vibratória, uma balança e uma motocicleta para o técnico que vai acompanhar as ações nas unidades PAIS.
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.