Bombeiros participam de programa para erradicação de venda ilegal de botijões de gás

[caption id="attachment_609" align="alignleft" width="300" caption="Bombeiros de Alagoas participam do Programa Gás Legal"]Bombeiros de Alagoas participam do Programa Gás Legal[/caption]

Visando a erradicação da clandestinidade na venda de botijões de gás (GLP), acontece de dois em dois meses nas capitais da Região Nordeste o Programa Gás Legal responsável pela regularização de muitos estabelecimentos de venda de GLP em todo o Nordeste. E para o mês de junho foi escolhido o Estado de Alagoas para sediar a reunião que ocorrerá esta sexta-feira, 10, às 14h, no Auditório do Ministério Público Estadual (MPE).

Participarão do encontro os vistoriantes do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), representantes do MPE, Polícia Militar (PM), Agência Nacional de Petróleo (ANP), Prefeituras Municipais, distribuidores e revendedores de gás, entre outros.

Segundo o Tenente Coronel BM Nilson Albuquerque, Diretor de Serviços Técnicos do CBMAL (DST), só em 2010 foram apreendidos dois mil botijões de GLP: “Este ano de 2011 já foram apreendidos 650. Além disso, quando iniciamos nossos trabalhos efetivamente na DST há cerca de dois anos, só existiam 64 estabelecimentos regularizados, hoje temos aproximadamente 640”, disse.

Para se regularizar neste ramo é necessário construir um projeto de Segurança contra incêndio e pânico que contemple uma área e localização para o estabelecimento de acordo com as normas de segurança, certificado de aprovação pelo CBMAL, alvará da prefeitura, na capital é necessária a autorização do Instituto do Meio Ambiente e depois de toda a documentação autenticada é feito o envio para a Agência Nacional de Petróleo (ANP) para que ela emita a autorização.

O Tenente Coronel Nilson completa dizendo que só apenas com o certificado do Corpo de Bombeiros a empresa não está regularizada: “Muitos revendedores acham que apenas com o certificado de aprovação já está regularizado, porém só pode armazenar e revender quem tem a autorização da ANP”, enfatizou.
Share on Google Plus

About Inhapi Informes

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Inhapi Informes ou de seus colaboradores.